terça-feira, 26 de março de 2013

Preso suspeito de chefiar tráfico na Região Oceânica


Emerson Costa de Araújo, o Binho, atuava há 10 anos na comunidade do Caniçal, em Piratininga. Ele foi preso quando abastecia o carro em um posto no Largo da Batalha


"Com essa prisão acabamos de tirar de circulação as principais cabeças do tráfico de drogas das favelas da Região Oceânica na minha gestão". Foi assim que o titular da 81ª DP (Itaipu), delegado Gabriel Ferrando, classificou a prisão de Emerson Costa de Araújo, de 31 anos, o Binho, ocorrida na noite desta segunda-feira. Ele é suspeito pela polícia de ser, há 7 anos, chefe do tráfico de drogas da favela do Caniçal, em Piratininga, uma das mais perigosas da Região Oceânica de Niterói.

"Ele era cria da comunidade, não tinha endereço fixo, e possuía vários esconderijos. Se abrigou no bairro Maria Paula, em São Gonçalo e chegou a ficar entocado na mata atrás da favela do Caniçal por semanas. Ele tomava várias medidas de segurança para não ser localizado pela polícia, como trocar de telefone celular constantemente e verificar se os carros em que andava tinham rastreadores", explicou o delegado Gabriel Ferrando, que também contou que a polícia levou seis meses para chegar ao paradeiro de Binho.


Emerson já tinha um mandado de prisão expedido, no ano passado, pela delegacia de Maricá (82ª DP), por latrocínio, que é o roubo seguido de morte. Porém, ele nunca havia sido detido. Segundo o delegado, o acusado atuava no tráfico do Caniçal há dez anos. Começou como "vapor", que na linguagem do tráfico é quem distribui as drogas nas favelas e, em 2006, passou de gerente a chefe do crime na comunidade por causa da prisão de seu antecessor, o traficante conhecido como Pará.


“A prisão de Binho representou um duro golpe no tráfico da favela do Caniçal. Agora, vamos realizar operações em busca de armas e drogas com a criminalidade enfraquecida naquela comunidade”, afirmou o delegado, acrescentando que o acusado vai responder por tráfico de drogas e associação para o tráfico, entre outros crimes que, somados, dão pelo menos 20 anos de detenção.





Um comentário:

  1. Bem até que enfim esse tralha foi pego, todo mundo sabia quem era, qual carro ele tinha e mesmo assim andava solto. Bom trbalho puliçada agora é só enjaular!!!!

    ResponderExcluir